236
reblog
via source
34196
reblog
via source
5242
reblog

Contei ao meu psicólogo que o problema era todo uma questão de sentimentos e exageros. E que se fosse possível ouvir minhas canetas e papéis, possivelmente ele teria que prescrever algum remédio emocional para eles também. Eu era um fora da casa. Literalmente um problema com pernas. Ele riu.

Ciceero M.  (via expressao)
via source
287
reblog

Ele me pegou pela cintura e me puxou para perto de seu corpo, sua mão fria fazia com que eu me arrepiasse por inteira. Sentir meu corpo a poucos centímentros do dele fazia com que minha vontade em o ter aumentasse. Eu imaginava tantas perversões ao lado dele que puta merda.. Ele olhava tão profundamente que era como se acordasse um demônio que existe em mim. Sua mão percorria minhas costas com vontade, descia até minha bunda e subia até minha nuca. Ele foi me levando de encontro com a parede, me deixando presa entre o concreto e o seu corpo. Estávamos tao juntos que pude sentir o volume em sua calça crescer. Passei minha mao descendo pela barriga dele, ate chegar no zíper de tua calça, o desci e desabotoei, assim colocando minha mão por dentro da sua cueca, ao sentir o pau dele duro, me veio um frio na barriga, um arrepio na coluna, um desejo de o ter dentro de mim, de poder sentir cada estocada dele. Essa vontade so aumentava a cada beijo que ele dava em meu pescoço. Minha vontade era de foder com ele ali mesmo, não precisava de cama e nem nada. Apenas o chão frio para quebrar aquele calor que ele me fazia sentir. Ele me deu um sorriso safado e passou a mão descendo em minha coxa, e assim descendo minha saia também. Ele me deu um beijo com tanta delicadeza que por um segundo esqueci todo aquele tesão que me consumia e me entreguei de corpo, alma e coração. Ele colou um de seus braços em volta da minha cintura e o com a outra mão puxando minha calcinha de renda para o lado. Sentir teu toque tão perto da minha buceta me fez ficar sem fôlego. Ele passou sua mão em minha virilha, deixando algumas vezes deslizar sobre minha buceta. Sua calça já estava aberta, não demorou muito para que ele se dispisse e ali mesmo penetrasse em mim, em um movimento rápido. Eu gemia ao sentir ele entrar em mim, seus dentes mordiam minha orelha e a cada segundo ele metia mais fundo, de novo e de novo. Sua voz no meu ouvido, sua respiração no pescoço, chegamos ao orgasmo juntos, ele passou o nariz no meu queixo e suavemente e beijou minha garganta, subindo pelo meu queixo até chegar a minha boca. Nossa trepada não durou mais que 30 minutos, mas foram os 30 minutos mais bem gastos na minha vida

Lara Cristina e Higor Rafael, Sex… Ops, love.  (via vulgarizei)
via
13115
reblog
via source
334
reblog

Ultimamente tudo tem silenciado profundamente. E vez ou outra quando surgi um barulho, não tenho me dado o trabalho de ver se são de chegadas ou de partidas, de portas se abrindo, ou de portas se fechando. Não consigo decifrar se falta algo leve, que consiga me levar pra longe. Ou se realmente estou perdido tentando me encontrar. Colecionei curvas e acabei me perdendo dos caminhos retos. E no final gastei tudo que tinha para criar coragem e pular da janela do esquecimento.

Edgar Diego. (via palavrisses)
via source
10003
reblog

Mas eu vou estar por lá, pra te ver, pra te olhar, te abraçar, te escultar, te endender.

Projota  (via alentador)
via source
10915
reblog

Girassol quando abre flor, geralmente despenca. O talo é frágil demais para a própria flor, compreende? Como se não suportasse a beleza que ele mesmo engendrou.

Caio Fernando Abreu.  (via romanteios)
via source
2512
reblog
via source
16198
reblog

Onde quer que eu vá, o que quer que eu faça, sem você não tem graça.

Capital Inicial.  (via relicario-de-sorrisos)
via source
3427
reblog

Vai, que hoje a lágrima não cai
Sei agora o mal que faz
Dar amor a quem não ama.

Los Hermanos. (via emendarei)
via source
490
reblog
via source
5750
reblog

Esquecer é uma necessidade. A vida é uma lousa, em que o destino, para escrever um novo caso, precisa de apagar o caso escrito.

Machado de Assis  (via casebre)
via source
5750
reblog

Esquecer é uma necessidade. A vida é uma lousa, em que o destino, para escrever um novo caso, precisa de apagar o caso escrito.

Machado de Assis  (via casebre)
via source
4221
reblog

Não vem com bombons, não vem com desculpas, não vem com canções. Não vem. Se você tiver a fim de compreender o presente, precisa analisar o passado. Todo ele, dia a dia, cada palavra, seu borderô de atitudes passadas. Dá uma olhada em tudo que você fez e me diz. Viu? A novidade é que o dia que eu sempre prometi que viria, e que você nunca esperou chegar de verdade, veio. Eu cansei. Não sou mais eu.

Gabito Nunes.    (via gramaticas)
via source